Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

Buscar  


Publicada em 14/11/18 às 09:31h - 110 visualizações
Não é errado ensinar às crianças sobre o pecado e suas consequências, diz palestrante

Rádio Gospel Da Covilhã


 (Foto: Rádio Gospel Da Covilhã)

A verdade na educação de uma criança é um fator preponderante na formação do caráter, e na visão de uma palestrante cristã, dizer aos pequenos que eles são pecadores não é uma crueldade, mas sim, um passo importante para que eles alcancem o entendimento bíblico.

A postura contundente de Hannah Baehr expõe uma visão compromissada com a comprensão, desde cedo, sobre o plano da Salvação, e uma formação de personalidade que não se abate diante da verdade.

“Eu me lembro vividamente do meu filho de 4 anos tentando descobrir os efeitos do pecado. Houve algumas semanas em que todos os dias ele dizia: ‘Mãe, podemos falar sobre o pecado?’ Pecado é desobediência, ele me dizia, tipo quando você diz que lava as mãos depois de ter ido ao banheiro, mas na verdade não lavou. Ele explicaria que a consequência do pecado é a morte, mas Jesus sofreu esta consequência”, escreveu Hannah Baehr, da Temple Baptist Church, em Newport News, Virginia (EUA), em um artigo para o The Gospel Coalition.

Hannah contou que, a princípio, seu filho não estava disposto a desistir de sua autonomia ao pedir que Jesus fosse seu “chefe”. “Essa conversa não nasceu do senso de autoestima de meu filho; foi um resultado direto de lidar com sua própria maldade. Ele se deparou com um problema sério. Ele sabia da realidade do pecado e acreditava na consequência de seu pecado, a desobediência. Ele até sabia que a cura para o pecado era um relacionamento com Jesus”, contextualizou a palestrante.

“No entanto”, acrescentou Hannah, “ele não sabia como aceitar essa cura enquanto ainda amava seu pecado”, e foi preciso tempo e ensinamento para que esse cenário mudasse. “O peso do dilema o pressionava, então ele trabalhou nisso, tendo essa mesma conversa comigo tantas vezes quanto lhe ocorreu”, escreveu a palestrante.

Certo dia a conversa mudou e o menino disse: “Jesus, sinto muito pelo meu pecado. Por favor, tire minhas consequências? Você será meu chefe?”. Hannah Baehr afirmou, a partir dessa experiência, que “não é cruel dizer às crianças que elas são pecadoras”.

“O pecado é real, está destruindo vidas e devorando almas. Isso não é diferente na vida de uma criança. O que é cruel é deixá-los viver em seus pecados inconscientes. O peso do pecado do meu filho o levou a procurar uma resposta – um peso que ele não poderia ter sentido sem conhecer a maldade inerente de seu pecado, de suas escolhas e, em última análise, de seu próprio coração”, argumentou.

Na sociedade contemporânea, o pensamento secularista classifica conceitos como pecado e inferno como algo que deve ser omitido das crianças por considerarem que poderiam causar feridas e cicatrizes emocionais.

Um exemplo é o caso do famoso ativista ateu Richard Dawkins, que declarou que ensinar sobre o inferno a uma criança poderia ser uma experiência ainda pior do que ser abusado por um padre, algo pelo qual ele passou. “Foi uma experiência muito desagradável e embaraçosa, mas o trauma mental foi logo exorcizado, comparando notas com meus contemporâneos que o haviam sofrido anteriormente nas mãos do mesmo mestre”, escreveu Dawkins em 2012.

“Graças a Deus, eu nunca experimentei pessoalmente o que é acreditar – real e verdadeiramente e profundamente acreditar – no inferno. Mas eu acho que pode ser plausivelmente argumentado que uma crença profundamente arraigada poderia causar a uma criança um trauma mental mais duradouro do que o constrangimento temporário de abuso físico leve”, acrescentou Dawkins, de acordo com informações do portal The Christian Post.

Fonte: The Christian Post

 “EDUCA A CRIANÇA NO CAMINHO EM QUE DEVE ANDAR; E ATÉ QUANDO ENVELHECER NÃO SE DESVIARÁ DELE” –PROVÉRBIOS 22:6




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


No Ar
Musica Gospel Internacional



+351 967 810 951

Peça sua Música


Nenhuma pedido cadastrado


Box De Donativos

 Se Desejar Abençoar Este Ministério Com o seu contributo clique na nossa box de Donativos

                                                                      

                        5
Estatísticas
Visitas: 39813 Usuários Online: 17


Enquete
Deseja Ajudar a Rádio Gospel Da Covilhã?

 sim orando
 sim contribuindo mensalmente
 sim contribuindo uma vez
 não desejo contribuir

Nossos Blogs
Previsão do Tempo
Noticias Atualisadas


Parceiros

Copyright (c) 2019 - Rádio Gospel Da Covilhã - Todos os direitos reservados